Intervenções em reabilitação Psicossocial de pessoas com Doença/Deficiência Mental

Reabilitação psicossocial - Consultoria apoio a projetos

Este domínio de intervenção é, sobretudo, dirigido a técnicos de saúde que trabalhem com pessoas com doença mental.

Na actualidade, é do conhecimento geral que não se pode falar de intervenção com esta população alvo abordando apenas o tratamento. Este acompanha-se de intervenção em reabilitação, no sentido de que é necessário que a pessoa não perca/adquira/readquira as competências de que necessita para ser tão autónoma quanto possível. A doença mental não é mais concebida como o "fim da linha", mas deve ser olhada com esperança realista e consistente. Esta é a filosofia de quem preconiza/ concebe a existência de redes de cuidados continuados em saúde mental.

É nosso entender que todas as respostas, numa complementaridade organizada e numa desejável cooperação, fazem sentido. As instituições com valências diversificadas tiveram o seu papel; da mesma forma que as pequenas entidades existentes na comunidade também o têm, já que podem actuar em domínios cuja necessidade de respostas é primodialmente importante, sobretudo na perspectiva do "empowerment" e do "recovery".

Serviços de ocupação estruturada - lazer, formação e trabalho; serviços habitacionais/ estruturas residenciais; treinos específicos de competências integrados nos planos individuais de reabilitação/ intervenção de cada utilizador; são alguns dos exemplos a cujas equipas que trabalham nestes âmbitos prestamos serviços de consultadoria.

Imagem Fons Heijnsbroek / CC

Neste domínio incluímos:

  • Apoio/ formação na criação de novas estruturas e serviços, bem como na reconversação dos existentes, nomeadamente projectos residenciais, de ocupação estruturada e de lazer;
  • Apoio à criação de serviços no âmbito dos Cuidados Continuados de Saúde Mental legislados em Janeiro de 2010;
  • Criação/aperfeiçoamento de instrumentos de trabalho para treinos de competências, registos, avaliações, etc.;
  • Concepção de planos de reabilitação;
  • Acções de formação em reabilitação psicossocial com cargas horárias determinadas em função dos prévios levantamentos de necessidades identificadas e dos grupos alvo a que se destinam;
  • Levantamento de necessidades e apoio na estruturação das equipas de reabilitação;
  • Apoio no estabelecimento de parcerias nacionais e internacionais com fins específicos;

Fora da caixa

Revista Hospitalidades – Artigo

Mais-esperanca-na-sua-vida

Uma dor com nome

Há temas que nos são particularmente difíceis de falar, pelo teor sensível do assunto e porque têm uma carga emocional …

Estrelas-do-mar e um escritor

Revista Hospitalidades – Artigo